terça-feira, 26 de julho de 2011

No final, o melhor foi campeão

Apesar de todos os resultados improváveis na fase inicial da Copa América, com destaque para as atuações apagadas de Brasil e Argentina, da demonstração de força de Venezuela e Peru e ainda com o Paraguai chegando à final do torneio sem ter vencido uma partida, o Uruguai foi o grande campeão.
A seleção de uniforme azul celeste, que teve seus anos de ouro nos primórdios do futebol, tendo sido a primeira campeã de uma Copa do Mundo em 1930 e protagonizando o Maracanaço em 1950, mostra que está novamente num momento de grandeza em seu futebol. Foi a melhor equipe sulamericana na Copa da África em 2010 e mostrou, nessa Copa América, que continua firma.

A escalação da seleção uruguaia mostra jogadores de qualidade e de destaque no futebol mundial e brasileiro, como Forlán, Suarez, Loco Abreu e Lugano, apenas para citar os mais conhecidos aqui no Brasil. A qualidade de seus jogadores, aliada ao entrosamento já adquirido nos últimos anos faz com que o Uruguai seja mesmo merecedor do título, apesar de todos os poréns que rodearam a competição.

Fazendo um comparativo com a nossa seleção, é ainda mais preocupante saber que teremos pouco tempo para entrosar uma equipe que ainda não tem definição (vide nova convocação para o amistoso contra a Alemanha) e conviver com todos os entornos obscuros que rondam a CBF e a seleção brasileira. A copa de 2014 já está em cima e ainda não conseguimos acreditar que o Brasil chegará em pelnas condições de ser campeão.

Um comentário:

Anônimo disse...

Estou desenvolvendo uma atividade de divulgação na internet onde eu ganho dinheiro com o resultado da minha divulgação.

Eu não preciso vender e nem comprar nada.

Eu divulgo e ganho dinheiro referente a cada pessoa que acessa o site da empresa através da minha divulgação e contrata algum dos Serviços comercializados por ela. Aproveite acesse http://www.frpromotora.com/44620832